O Coração na Boca – Horácio Gomes

Eis um dos mais recentes lançamentos da Escorpião Azul, editora que, em Portugal, se dedica a lançar vários autores nacionais!

A história

O Coração na Boca é uma homenagem, uma história introspectiva centrada num autor de banda desenhada que se vê, uma vez mais, sem rumo na vida. Depois de mais um divórcio e sem grande capacidade financeira, lá consegue um apartamento para viver com a ajuda dos contactos da mãe. A sua maior preocupação é a filha, que pretende proteger dos detalhes emocionais que as mudanças trazem.

Ora livreiro, ora desempregado, a vida deste autor de banda desenhada prossegue num rodopio descendente. A componente financeira não estabiliza e a mãe começa a precisar de assistência. Ainda assim, lá consegue manter as visitas da filha, tentando assegurar que se criam as melhores memórias da infância.

Crítica

O Coração na Boca apresenta uma narrativa fluída e lógica, um relato pessoal de uma situação de vida, onde a personagem expõe as suas preocupações e os seus arrependimentos. Apesar de todo o contexto pessoal, a história é mais uma homenagem à criança e à forma como o seu nascimento lhe mudou a perspectiva de vida, tomando o lugar central.

Acima de tudo, O Coração na Boca é uma obra honesta e transparente, onde o autor se expõe ao mesmo tempo que eleva a filha a uma posição quase sagrada, de adoração constante. Sente-se a força das intenções do autor enquanto pai, angustiado por todos os pontos onde poderia ser, na sua perspectiva, mais perfeito. Mas não existem pais perfeitos, e decerto que o bem estar emocional se torna mais importante para o desenvolvimento da criança do que outros elementos mais superficiais.

A história é acompanhada por desenhados detalhados, por vezes menos realistas em composição (ou mais metafóricos). A maioria das páginas são monocromáticas, espelhando uma única cor em várias intensidades, existindo algumas a duas cores (usando-se uma para dar destaque a alguns elementos). É uma estratégia que já vi usada noutros livros, mas que funcionam muito bem com o ambiente e a narrativa apresentadas.

Conclusão

O Coração na Boca é um livro curioso. É, sem dúvida, um relato muito pessoal, mas também honesto, onde existe algum experimentalismo visual (contido e apropriado). O autor expõe-se de forma controlada e lógica, resultando numa leitura interessante e envolvente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.