Resumo de Leituras – Dezembro de 2016 (6)

image

253 – Low – Vol.3 – Remender, Tocchini e McCaig – Se o optimismo elevado da figura materna assumia um contorno quase romântico e utópico no primeiro volume e quase caía em ridículo como a tentativa de sobrevivência psicológica, no terceiro a esperança parece mais apropriada e balanceada. Saindo parcialmente do cenário profundo dos volumes anteriores este terceiro apresenta algumas surpresas que, a ser exploradas nos volumes seguintes determinarão se estamos perante uma excelente série, ou algo que vai cair no ridículo e no esquecimento;

254 – Trees – Vol.2 – Warren Ellis e Jason Howard – O segundo volume continua a explorar uma realidade em que os alienígenas aterraram mas não iniciaram nenhuma tentativa de comunicação e não parecem ter consciência de outras espécies neste planeta. Uma abordagem interessante, tanto pelas várias narrativas paralelas, como pelo impacto que apresenta nas várias populações humanas;

255 – Starve – Vol.1 – Brian Wood, Daniel Zezelj e Dave Stewart – Num futuro próximo a espécie humana conseguiu levar à extinção mais uns quantos animais, a fome alastra-se e permanece o altar dos ricos que podem pagar por espécimes das mais diversas iguarias. Em Starve um conceituado e abonado chef abandona a sua vida depois de uma redescoberta pessoal. Embrenhado no fim do mundo, deixa profissão e família. Até que, descoberto por um fã, regressa um dia, mas recuperar o que deixou não vai ser fácil, e a abordagem que adopta é a de desmascarar hipocrisias, entre bebedeiras e drogas, numa personalidade forte e cínica que mistura a perda de esperança na humanidade com a intenção de reatar o relacionamento com a filha;

256 – Starlight – Mark Millar e Goran Parlov – Genial. Um homem terá salvo, enquanto novo, um planeta inteiro. De regresso à Terra, ninguém terá acreditado no seu papel heróico e vive, ridicularizado, ao lado da sua alma gémea. Quando, já velhote, a esposa morre, os filhos já constituíram as suas próprias famílias, fica sozinho em casa. É nesta altura que uma nave surge do nada, em busca do herói perdido que poderá, novamente, ajudar o outro planeta no caminho da liberdade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s