Foundryside – Robert Jackson Bennett (Founders Vol.1)

The City of Stairs e The City of Blades (dois volumes da trilogia The Divine Cities – ainda não li o terceiro) são dois dos melhores livros de fantasia que li nos últimos anos.  Neles, o autor leva-nos para um mundo em que duas civilizações se opõem – duas civilizações construídas em desenvolvimentos opostos. Se numa as cidades são construídas recorrendo à magia e à vontade dos deuses, na outra os desenvolvimentos são científicos e as construções são obras de engenharia. O mundo construído nesta trilogia é fascinante e Robert Jackson Bennet faz um trabalho excepcional a desenvolver personagens pelas quais é fácil torcer.

Neste caso, Foundryside, Robert Jackson Bennet repete a fórmula – constrói, novamente, um mundo fantástico com uma premissa simples mas fácil de escalar. Ao longo das páginas o conceito atinge maior complexidade, mas consegue manter sempre a coerência sólida que é necessária para manter satisfeitos os leitores mais exigentes. A par com a construção do mundo, o autor distingue-se, também, como constructor de personagens, desenvolvendo poucas mas de forma eficiente e conseguindo criar forte empatia.

Em Foundryside – o primeiro livro num novo mundo fantástico que possui uma história auto contida; a realidade pode ser transformada recorrendo à escrita numa linguagem específica, a linguagem dos antigos. Podemos, desta forma, dizer a um pau de madeira que  é tão duro quanto um de ferro, ou que, quando lançado, a terra se encontra em frente levando-o a atingir maior velocidade do que o que deveria pelo simples exercício da força de lançamento. Como algumas instruções são demasiado longas, existe a necessidade de criar léxicos (cuja influência se exerce sobre uma área contida), sendo que no objecto se coloca apenas a referência a esta instrução.

Nesta realidade a linguagem é controlada por Casas que funcionam numa espécie de sistema feudal. Cada Casa possui a sua própria cidade, rodeada por muralhas intrasponíveis e portas que são abertas para quem detém a chave certa – tudo controlado pela própria linguagem. O poder é transmitido de pais para filhos e os restantes seres humanos da cidade são meros trabalhadores. No exterior de todas as cidades, num local sem lei, encontram-se os restantes seres humanos que tentam sobreviver recorrendo a actividades pouco legais.

É neste mundo que encontramos Sancia, uma ladra. Devido à sua peculiar capacidade de sentir o que aconteceu com aquilo que toca, Sancia foi contratada para roubar um pequeno cofre numa zona perigosa – um cofre que não deverá abrir e que lhe renderá o valor de que precisa para se curar. A mesma capacidade que a leva a ser uma ladra excepcional é também o tormento que a impede de tocar livremente em tudo o que a rodeia. Depois de várias peripécias, o roubo é bem sucedido, mas torna Sancia num alvo a abater por demasiadas facções. Curiosa, acaba por abrir o cofre descobrindo uma chave antiga que é capaz de abrir qualquer porta – e de falar com Sancia.

De premissa peculiar, original e fantástica, Foundryside torna-se rapidamente numa leitura frenética que envolve e fascina. Apesar de ter alguns (poucos) momentos menos fortes, o autor sabe conjuntar as características do mundo criado com o desenvolvimento da personagem levando-nos por uma sucessão de episódios movimentados. No final, ficamos a querer mais histórias no mesmo mundo – e que mais pode querer um autor que planeia mais alguns livros nessa mesmo Universo? É, sem dúvida, um autor para continuar a seguir!

Anúncios

2 pensamentos sobre “Foundryside – Robert Jackson Bennett (Founders Vol.1)

  1. Pingback: Resumo de Leituras – Julho de 2019 (1) | Rascunhos

  2. Pingback: City of Miracles – Robert Jackson Bennett | Rascunhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.