The Ocean at the End of the Lane – Neil Gaiman

the ocean gaiman

Há já algum tempo que não lia um livro do Neil Gaiman. Quanto a este, estava reticente, como costumo estar sempre que pego num livro juvenil – alguns revelam-se demasiado simplistas e lineares, quando não tomam o leitor por parvo. No entanto, estes foi dos livros juvenis de Neil Gaiman que mais gostei, tanto pela delicadeza da história, como pela empatia que o autor facilmente criou pela personagem principal, e, finalmente, pela magia nas componentes mais simples.

A história começa com um homem adulto que, retornando ao local onde viveu a infância, a recorda, relembrando episódios nublados que há muito tinha esquecido. As suas primeiras memórias trazem-nos um rapaz solitário, a quem nenhum outro colega compareceu ao aniversário. E apesar destas primeiras páginas descreverem uma história banal, a forma como estão escritas logo me colaram à leitura.

A verdadeira acção começa quando o carro do pai é roubado, e o rapaz acompanha o pai para reaver o carro (bem como um livro que lá estaria). A demanda alonga-se quando descobrem um homem morto no interior – ter-se-ia suicidado. Enquanto o pai aguarda as burocracias envolvendo a libertação do carro, o rapaz conhece uma rapariga pouco mais velha, que se irá tornar sua amiga.

Após o roubo do carro começam a aparecer moedas por todo o lado. Mas ao invés de provocarem felicidade, causam dor e zangas: o rapaz acorda engasgado com uma na garganta, moedas são atiradas à irmã que o culpa, e moedas apaecem em situação suspeita na bolsa de uma mulher. Quando conta estes acontecimentos à amiga, esta leva-o numa pequena, rápida e aparecentemente incólume aventura  num mundo mágico, onde confrontam o ser responsável pelos incidentes.

No local onde terá sido atingido pelo ser mágico, e onde já não sente qualquer dor, descobre um pequeno verme que consegue retirar a custo – é este verme que há-de voltar sob forma humana, como ama, que lhe atormentará o dia-a-dia e revira a paz familiar, dando a todos, menos ao rapaz, o que mais desejam, mas sempre de forma distorcida.

Viciante e mágico, The Ocean at the End of the Lane pode ser lido tanto por jovens como por adultos. Em português já foi publicado como O Oceano no Fim do Caminho, pela Presença.

 

Um pensamento sobre “The Ocean at the End of the Lane – Neil Gaiman

  1. Pingback: Os livros da magia – Neil Gaiman | Rascunhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s