Fungi (parte 1)

hardcover_fungi

Eis um volume de contos que me despertou o interesse desde o primeiro momento em que lhe pus a vista em cima, talvez pela minha área de formação e por já ter trabalhado com fungos. Por outro lado, é impossível não me recordar de histórias como as de Jeff Vandermeer passadas em Ambergris ou da ficção New Weird de Michael Cisco.

Curiosa pelas possibilidades de tal premissa, iniciei a leitura do primeiro conto, Hyphae de John Langan que se revelou uma negra história familiar, engraçado, apesar do final algo expectável: um jovem visita o pai e ao invés de descobrir pratos por lavar, explora túneis impregnados de um cheiro pungente.

As duas histórias que se seguem, The White Hands de Lavie Tidhar e His Sweet Truffle of a Girl de Camille Alexa, aproveitam os fungos (mais propriamente os cogumelos) para a criação de estranhos meios de transporte, com estranhos fungos humanóides que se relacionam amorosamente com os humanos.

Apesar dos pontos em comum, as duas histórias divergem bastante. The White Hands apresenta um interessante alternativo através de diminutas histórias interligadas. Um mundo com piratas e facções problemáticas, onde parecem existir ecos de The Bookman. Já His Sweet Truffle of a Girl centra-se numa exploração marítima num submarino de fungos – uma ideia interessante mas demasiado curta em espaço e acção que se torna claustrofóbica.

pilgrims of parthen

Após Last Boom on the Sage de Andrew Penn Romine, uma  história de zombis esporulantes e mercenários que não me conseguiu cativar, eis uma das melhores histórias do conjunto – The Pilgrims of Parthen de Kristopher Reisz. Num mundo em tudo igual ao nosso descobre-se uma nova droga extraída de fungos alucinogénios. O que é estranho é que a alucinação é sempre a mesma – um mesmo mundo alienígena onde se observam os restos de uma civilização e que se pode visitar em companhia. Excelente desenvolvimento e excelente final.

Esta história encontra-se também disponível gratuitamente no SmashWords, bem como outras da autora.

3 pensamentos sobre “Fungi (parte 1)

  1. Pingback: À espera de … (lançamentos internacionais) | Rascunhos

  2. Pingback: Nightmare Magazine – Novembro de 2015 | Rascunhos

  3. Pingback: Central Station – Lavie Tidhar | Rascunhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s