Shelves 21

Decididamente, a Amazon e a Feira do Livro desgraçam uma pessoa.

To Say Nothing of the Dog, We, Cosmos Latinos e The Black Mirror fazem parte da minha última encomenda da Amazon.

O primeiro encontrava-se na minha Wishlist há algum tempo. Vencedor do prémio Hugo e nomeado para o prémio Nebula, To Say Nothing of the Dog encontra-se referenciado como Ficção científica disfarçada de história victoriana.

Aproveitando uma leitura conjunta em Goodreads, resolvi adquirir o livro e já o comecei a ler. No mesmo âmbito penso aproveitar para ler Tigana de Guy Gavriel Kay, um livro que já esperou demasiado tempo na prateleira.

We, de Yevgeny Zamyatin, é uma distopia de origem russa que terá influenciado obras mais conhecidas como 1984 de George Orwell, The Dispossessed de Ursula Le Guin, ou Player Piano de Kurt Vonnegut.

Baseado na experiência das revoluções russa do próprio autor, a obra terá sido censurada na Rússica durante vários anos. A história parece basear-se na descoberta de um matemático de que teria uma alma individual. Este é mais um clássico de Ficção Científica com referência em todas ou quase todas as listas de melhores obras do género.

Obras de fantasia e ficção científica de origem anglo-saxónica abundam no mercado. Com o objectivo de diversificar esta tendência adquiri mais duas antologias: Cosmos Latinos e The Black Mirror.

Cosmos Latinos é uma colectânea de histórias provenientes da América Latina e de Espanha, que reúne contos a partir da segunda metade do século XIX. Entre os nomes dos vários autores reconheço apenas dois, Angelica Gorodischer (autora de Kalpa Imperial) e Elia Barceló (autora de O Segredo do Ourives, publicado pela editora Palavra, que esteve em Portugal recentemente por ocasião do Fórum Fantástico). Não encontrei antologia semelhante em língua espanhola, ou teria preferido a comprar uma tradução.

The Black Mirror & Other Stories é, por sua vez, uma antologia que reúne histórias de origem alemã ou austríaca, também a partir da segunda metade do século XIX. Se da anterior conhecia apenas dois autores, deste não reconheço um único nome.

Os restantes livros foram adquiridos na feira do Livro. O primeiro volume de Preacher foi comprado algumas semanas atrás na Feira dos Alfarrabistas que decorre todos os Sábados no Chiado, e foi lido num ápice, tendo-me decidido a adquirir os volumes seguintes.

Um padre é possuído por um ser divino, que lhe confere estranhos poderes sobre os restantes mortais. A sua voz é ordem, e frases como “Go Fuck Yourself” podem ser interpretadas literalmente. O padre segue viagem com a ex-namorada que terá abandonado sem qualquer justificação alguns anos antes. Esta encontra-se também na companhia de um homem de peculiar humor negro, com estranhos hábitos diurnos.

The World of Dark Crystal é da autoria da Brian Froud, contendo imagens das mesmas personagens que podem encontrar no filme de Jim Heson (criador dos Marretas, Rua Sésamo ou Labirinto).

Frederick Pohl é mais conhecido pelas suas obras de Ficção Científica dos anos 60 e 70, entre as quais se podem destacar, Homem Mais (Man Plus, publicado pela Europa-América) ou Gateway (A porta das Estrelas, publicado pela Livros do Brasil).

Jem ou A Construção duma Etopia, foi uma das suas obras nomeada para o Hugo e para o Nebula, publicada em Portugal pela Círculo de Leitores, pela Livros do Brasil e pela Gradiva. Esta é a edição da Gradiva. Segundo a história a Humanidade terá descoberto um planeta habitável. No entanto, este planeta já possui três espécies sapientes, que os humanos tentarão explorar.

A Vida Misteriosa dos Cadáveres, de Mary Roach, foi publicado em Portugal pela Esfera dos Livros. Aquando da sua compra tive oportunidade de ler algumas passagens e pareceu-me ser um livro de temática mórbida e humor negro, um pouco distante daquilo que costumo ler.

The Prince, de Niccolo Machiavelli, é daqueles livros que pretendo ler há vários anos. Talvez uma sátira, O Príncipe é a obra mais conhecida de Niccolo Machiavelli. Publicada após a morte do autor, terá sido com esta obra que se terá cunhado o termo “maquiavélico”.

Neste livro será descrito como um príncipe deverá manter o poder ou como um aspirante a governante poderá subir ao trono – os fins justificam os meios; e qualquer medida poderá ser aplicada.

Esta edição da Penguin faz parte da colecção Great Ideas, que reune alguns dos clássicos que terão ajudado a mudar o Mundo:

Throughout history, some books have changed the world. They have transformed the way we see ourselves – and each other. They have inspired debate, dissent, war and revolution. They have enlightened, outraged, provoked and comforted. They have enriched lives – and destroyed them. Now Penguin brings you the works of the great thinkers, pioneers, radicals and visionaries whose ideas shook civilization, and helped make us who we are.

Desta colecção farão parte obras como O Contrato Social (Jean-Jacques Rousseau – The Social Contract), o Manifesto Comunista (Karl Marx e Friedrich Engels – The Communist Manifesto) ou A Arte da Guerra (Sun-tzu – The Art of War).

The Remains of the Day é um dos livros mais conhecidos de Kazuo Ishiguro, o livro que terá dado origem ao filme com o mesmo nome e que terá ganho o Booker Prize de 1989.

Do autor apenas li Never Let Me Go, um livro de ficção científica que não é apreciado por todos os que o leram. Apesar de entender a posição de quem não gostou do livro (personagens demasiado apáticas), eu gostei, imenso.

Após a leitura de The Man Who Was Thursday decidi-me a ler algo mais do autor. The Complete Father Brown reune as várias histórias de G. K. Chesterton em torno de um padre detective – uma personagem provavelmente baseada numa personagem real.

Finalmente, Gravity’s Rainbow de Thomas Pynchon foi nomeado para o prémio Nebula e venceu o National Book Award. Com cerca de 400 personagens, a obra debruça-se sobre vários temas como a psicologia e a sexualidade, o comportamento ou as teorias da conspiração.

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.