Ministry of Space – Ellis, Weston e Martin

Eis um volume visualmente arrebatador! Que os enredos de Warren Ellis são megalómanos já o sabia – entre Planetary, Trees ou Normal, o autor costuma presentear-nos com ideias bem desenvolvidas que partem de boas premissas! Em Ministry of Space não é só a premissa que é boa, mas também os desenhos são detalhados e esplendorosos, com belíssimas imagens do espaço, num estilo que parece mais clássico e que acompanha bem a história.

Na realidade alternativa de Ministry of Space os segredos científicos dos alemães foram roubados pela Inglaterra, fazendo com que se tornasse uma das potências tecnologicas mais avançadas do mundo, a primeira a ir  à Lua e a desenvolver um Império no espaço – a concretização de um novo Império Britânico!

Com energia barata graças a motores nucleares, viagens ao espaço e uma colónia em Marte, o Império parece estar em plena expansão e auge de glória – mas um segredo demasiado negro esconde-se na origem do dinheiro usado para financiar a evolução tecnológica, um segredo que corrompe toda a glória alcançada.

Alguns elementos de Ministry of Space reflectem as tradicionais referências militares, com soldados corajosos e focados nos feitos heróicos, que aqui levam as suas acções ao extremo num misto de loucura e génio que inspira receio nos que os rodeiam. O volume começa com uma cena típica de soldados que se vêem entalados num cenário pouco provável (mas que mesmo assim ocorre) numa tira irónica que marca bem o tom inicial.

A partir daqui assistimos a uma cena heróica, materialização de um sonho militar, que contraria as normas de segurança e que, sendo desnecessária, reflecte a necessidade de realização bélica levada ao extremo. Grande parte destes grandes cenários de concretização bélica ocorrem em paisagens de idílica saúde campestre, complemento do sentido de perfeição cultural que se sente em todo o volume.

Como é habitual nas obras de Warren Ellis, Ministry of Space possui elementos de crítica social, com a construção de impérios militares fundados em razões obscuras onde se perpetuam os ideais de separação racial, reflexo de uma sociedade que se habituou a enaltecer determinadas culturas e características físicas.

Outras obras do autor

3 pensamentos sobre “Ministry of Space – Ellis, Weston e Martin

  1. Pingback: Resumo de Leituras – Fevereiro de 2018 (3) | Rascunhos

  2. Pingback: Resumo – 1º trimestre de 2018 | Rascunhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.